CEAPortlet

Centro de Educação Ambiental

Avarias

Avarias

gestprocessosonline.JPG

GestProcessos Online

 

Atendimento on-line

Balcão Virtual

Em 2014, o preço das tarifas da água não vai aumentar no Município de Esposende. A empresa municipal Esposende Ambiente não vai atualizar o tarifário de acordo com a taxa de inflação, numa perspetiva de apoio às famílias, atendendo à difícil conjuntura que o país atravessa.

 
 
Os instrumentos de gestão previsional da Esposende Ambiente para o próximo ano apontam para um volume de negócios na ordem dos 5,2 milhões de euros, sendo que o investimento previsto é de cerca de 1,5 milhões de euros, a canalizar para as várias áreas de intervenção da empresa, designadamente abastecimento de água, drenagem e tratamento de águas residuais, limpeza pública, gestão de espaços verdes e fiscalização, e educação ambiental. 

Empenhada em tornar-se uma empresa de referência no setor em que desenvolve a sua atividade, a Esposende Ambiente tem vindo, ao longo dos anos, a trabalhar no sentido da melhoria do desempenho das suas funções, com especial preocupação para as questões de ordem social, quer em relação aos seus colaboradores, quer à comunidade em geral. 

Na continuidade do trabalho que tem vindo a desenvolver, a empresa pretende aumentar as taxas de adesão ao sistema público de drenagem e tratamento de águas residuais e a taxa de adesão ao sistema público de abastecimento de água e, a par deste objetivo, quer alcançar taxas mais significativas de recolha seletiva de resíduos. Fruto dos grandes investimentos que a Esposende Ambiente realizou nos últimos anos, o concelho possui índices de cobertura ao nível do abastecimento de água de cerca de 99% e de drenagem de águas residuais perto de 85%, pelo que o aumento das taxas de adesão é primordial, seja numa ótica de sustentabilidade financeira da empresa, seja na perspetiva ambiental. Assim, em 2014, será implementada uma redução dos valores das ligações em cerca de 50%, fixando-se o valor da ligação de água em 50 euros e da ligação de saneamento em 75 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, sempre que haja disponibilidade de rede até 20 metros da habitação. 

Consciente das dificuldades que muitas famílias enfrentam devido à atual conjuntura social, económica e financeira, a Esposende Ambiente dispõe ainda da Tarifa Social e da Tarifa para Famílias Numerosas. 

Ainda no que respeita aos objetivos traçados para 2014, e tendo em vista a melhoria da qualidade de vida da população, a empresa municipal continua empenhada em contribuir para a sustentabilidade do concelho, nomeadamente na gestão equilibrada de recursos naturais. A implementação de campanhas de sensibilização e de educação ambiental é uma das estratégias definidas, para além de todo o trabalho que é desenvolvido no Centro de Educação Ambiental, equipamento que a empresa quer tornar numa referência a nível nacional. 

O combate às perdas de água e às infiltrações na rede de saneamento é para continuar, assim como a implementação de medidas para uma maior sustentabilidade dos espaços verdes. 

Outra das metas passa por promover a melhoria do desempenho ambiental da empresa, mantendo a Certificação do Sistema de Gestão Empresarial ao nível da Qualidade, Ambiente, Saúde e Segurança no Trabalho e Responsabilidade Social. 

O mesmo objetivo de melhoria contínua foi traçado em relação à qualidade dos serviços administrativos, operacionais e técnicos, quer ao nível das atividades internas, quer dos serviços prestados, numa ótica empresarial, de valorização ambiental, de aplicação de boas práticas sociais e de ajustadas estratégias de ordem económica.

O Município de Esposende, através da empresa municipal Esposende Ambiente, marcou presença no Encontro Nacional de Entidades Gestoras de Água e Saneamento, que decorreu entre os dias 3 e 6 de dezembro, em Coimbra, numa organização da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA).

 
 
"Inovação, Internacionalização e Informação como Fatores de Sustentabilidade do Setor" foi o tema central deste evento, que tem vindo a assumir-se, ao longo dos anos, como o grande congresso nacional do setor das águas, e que encerrou as comemorações dos 25 anos da APDA. 

A Esposende Ambiente, enquanto entidade gestora de água e saneamento no concelho de Esposende, foi chamada a partilhar o seu saber e experiência, concretamente atraves de cinco apresentações. 

“Do dever de ligação aos sistemas públicos à contratualização”, foi um dos temas abordados e que pretendeu clarificar a realidade fora dos grandes centros urbanos. Considerando que as entidades gestoras das redes em baixa, em especial fora dos grandes áreas urbanas, continuam a apresentar grandes dificuldades em aumentar as taxas de adesão, a Esposende Ambiente deu conta dos excelentes resultados alcançados neste plano, reconhecidos, de resto, pelas entidades responsáveis pela administração pública da água, pela entidade reguladora do setor e pelas associações e entidades não governamentais. 

Na apresentação “A importância estratégica na gestão dos sistemas de informação na sustentabilidade financeira e ambiental da empresa Esposende Ambiente”, foi dado a conhecer o trabalho desenvolvido ao nível da infraestrutura dos sistemas de informação e explicado de que que forma é que a estratégia é pensada, planeada e implementada internamente, no sentido de que os sistemas de informação possam contribuir para a sustentabilidade da empresa. 

Neste congresso nacional, a Esposende Ambiente abordou também a “Gestão sustentada de espaços verdes do Município de Esposende”, explicando a estratégia adotada e que se prende com a diminuição do consumo de água, redução das necessidades de mão de obra e de aplicação de produtos fitofarmacêuticos, adubos e fertilizantes, protegendo, ao mesmo tempo, o meio ambiente e promovendo o aumento da biodiversidade dos espaços verdes do Município. 

Na abordagem ao tema “A responsabilidade e inovação social como fator de sustentabilidade” , a empresa municipal contextualizou a sua estratégia com a implementação de um conjunto de ações que visaram a certificação da empresa pela norma SA 8000, bem como pela continuidade na subscrição do Pacto Global das Nações Unidas e na adesão ao GRACE - Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial. 

“Políticas públicas no setor das águas e dos resíduos” foi outro dos temas apresentados, que focou a alteração da Lei Orgânica da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) e a alteração da Lei de Delimitação de Setores, e, também, a revisão dos regimes jurídicos dos Serviços de Âmbito Municipal e Multimunicipal de Abastecimento de Água, Saneamento de Águas Residuais e Gestão de Resíduos Urbanos. 

Com a participação neste evento, mais uma vez Esposende demonstra a sua atitude proativa e de melhoria contínua no que concerne ao trabalho que efetua na área do ambiente, com efetivo reconhecimento da sua capacidade técnica e de inovação ao nível nacional.
Atendimento
   
Leituras
Leituras
   
A sua opinião é importante
imagemPortlet copy.png
   
CEA em Blog
imagemPortlet
Desafios
dia a dia
Desafio dia a dia
   
Qualidade da água
   
Linha da Reciclagem
   
Faturação
Eletrónica
   
Praias
   
QUIZ da Água
   
SUMAKids
   
TransFORMAR
   
E-MOVE
   
Empreitadas
   
E|Ribeiras