Argyrosomus regius (Asso, 1801)

AphiaID: 127007

Corvina-legítima

Biota (Superdominio) > Animalia (Reino) > Chordata (Filo) > Vertebrata (Subfilo) > Gnathostomata (Infrafilo) > Osteichthyes (Parvfilo) > Actinopterygii (Gigaclasse) > Actinopteri (Classe) > Teleostei (Subclasse) > Eupercaria incertae sedis (Ordem) > Sciaenidae (Familia) > Argyrosomus (Genero)

A carregar dados...

Descrição

Corpo alongado e ligeiramente comprimido; três a cinco poros no focinho; boca grande, oblíqua e terminal; coloração prateada mais escura no dorso com reflexos acobreados nos flancos; interior da boca amarelo alaranjado; apresenta uma linha lateral bem evidente, que se estende pela barbatana caudal; a segunda barbatana dorsal é muito mais longa que a primeira; a barbatana anal tem um primeiro raio espinhoso curto e um segundo muito fino. Pode atingir até 2 m de comprimento e 50 kg de peso.

Distribuição geográfica

É encontrada no Atlântico Nordeste, Mar Mediterrâneo e no Mar Negro (parte oeste). Nos últimos anos migrou para o Mar Vermelho através do Canal de Suez.

Habitat

Espécie demersal, tanto ocorre em águas costeiras e de plataforma, próximo do fundo, como em águas superficiais e médias. Ocorre principalmente sobre areia, perto de rochas, em zonas entre os 15 e os 200 m de profundidade. Tanto adultos como juvenis têm comportamentos migratórios, movendo-se ao longo da costa ou offshore-onshore, em resposta às mudanças de temperatura.

 

 

Ecologia

Alimenta-se de peixes e crustáceos.

Espécie anádroma, a desova ocorre durante a primavera e o verão (abril a julho) em estuários e lagoas costeiras. Durante a migração da reprodução, os adultos aproximam-se da linha de costa em meados de Abril e entram nos estuários no final de maio, a fim de desovar. Durante a época de desova, os machos produzem um som profundo típico. Os juvenis deixam os estuários no final do verão e migram para as águas costeiras (de 20 a 40 m) para passar o inverno.

Características identificativas

  • Corpo alongado e ligeiramente comprimido;
  • Boca grande, oblíqua e terminal;
  • Base da segunda barbatana dorsal mais comprida que a base da primeira dorsal e da anal;
  • Barbatana caudal em forma de S;
  • A linha lateral prolonga-se até ao bordo da barbatana caudal;
  • Interior da boca amarelo-alaranjado;
  • Três a cinco poros no focinho.

Estatuto de Conservação

Principais ameaças

A destruição de habitats em ambientes estuarinos.

Sinónimos

Argyrosomus procerus De la Pylaie, 1835
Argyrosomus regium (Asso, 1801)
Cheilodipterus aquila Lacepède, 1803
Perca luth Walbaum, 1792
Perca regia Asso, 1801
Perca vanloo Risso, 1810
Sciaena aquila (Lacepède, 1803)
Sciaena aquila Cuvier, 1817
Sciaena regius (Asso, 1801)

Informação Adicional

Tamanho mínimo de captura – 420 mm.

É pescada com redes de emalhar e tresmalho.

Pesquise mais sobre   Argyrosomus regius >~ fishbase ~FAO

Referências Internacionais

Manual Prático de Identificação de Peixes Ósseos da Costa Continental Portuguesa – IPMA (2015)

MARTINS, R.; CARNEIRO, M., 2018. Manual de identificação de peixes ósseos da costa continental portuguesa – Principais Características Diagnosticantes. IPMA, I.P., 204p

additional source Eschmeyer, W. N.; Fricke, R.; van der Laan, R. (eds). (2017). Catalog of Fishes: Genera, Species, References. Electronic version., available online at http://researcharchive.calacademy.org/research/Ichthyology/catalog/fishcatmain.asp [details]

original description Asso, I. de. (1801). Introduccion á la ichthyologia oriental de España. An. Cienc. Nat. Inst. José Acosta, Madrid. 4 (10): 28-52. Pls. 34-35. [details]

additional source Froese, R. & D. Pauly (Editors). (2017). FishBase. World Wide Web electronic publication. , available online at http://www.fishbase.org [details]

basis of record van der Land, J.; Costello, M.J.; Zavodnik, D.; Santos, R.S.; Porteiro, F.M.; Bailly, N.; Eschmeyer, W.N.; Froese, R. (2001). Pisces, in: Costello, M.J. et al. (Ed.) (2001). European register of marine species: a check-list of the marine species in Europe and a bibliography of guides to their identification. Collection Patrimoines Naturels, 50: pp. 357-374 [details]

additional source Dyntaxa. (2013). Swedish Taxonomic Database. Accessed at www.dyntaxa.se [15-01-2013]., available online at http://www.dyntaxa.se [details]

additional source Froese, R. & D. Pauly (Editors). (2018). FishBase. World Wide Web electronic publication. , available online at http://www.fishbase.org [details]

additional source Eschmeyer, W. N.; Fricke, R.; van der Laan, R. (eds). (2018). Catalog of Fishes: Genera, Species, References. Electronic version., available online at http://researcharchive.calacademy.org/research/Ichthyology/catalog/fishcatmain.asp [details]

additional source Fricke, R., Eschmeyer, W. N. & Van der Laan, R. (eds). (2019). Catalog of Fishes: Genera, Species, References. Electronic version accessed dd mmm 2019., available online at http://researcharchive.calacademy.org/research/Ichthyology/catalog/fishcatmain.asp [details]

additional source Froese, R. & D. Pauly (Editors). (2019). FishBase. World Wide Web electronic publication. version (02/2019)., available online at http://www.fishbase.org [details]

Última atualização: 17 Nov. 2019
Gerar PDF

O texto desta página é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0); pode estar sujeito a condições adicionais, para mais detalhes consulte os Termos e Condições.